18.11.08

Jorge Salomão: "Perfil"

.


PERFIL*


acordo para a noite
mítica e misteriosa do mundo
existe tanta coisa
em cada coisa
os cinzeiros cheios de baganas
o fogo que se acende
e se apaga
nos lábios escrito desejo
certos delirios
como luz
no meio do dia
a casa está limpa
mas parece
uma cratera de um vulcão
uma armadilha
onde foi capturada uma rã
estou como um deus
fantasiado
e nu
num carrossel a girar
num tempo infinitamente longo
as paredes
desaparecem a cada passo
alguns fenônemos
harmonias
tensões
nada se sabe
dança-se tudo
ao brilho do sol
procuro a mim mesmo
na iluminada janela
do pensar
no esconderijo
e lá a natureza ama ficar
tudo é verso
reverso em si
e essas misturas
que sempre tenho que agitar
traçando sózinho
caminhos
abrindo portas
para o desconhecido
como chama
que se move
percebendo contrários
inquieto
melhor que instalar-se no banal




* ver clip no www.youtube.com
nome perfil / Jorge Salomão

4 comentários:

QUEFAÇOCOMOQUENÃOFAÇO disse...

AMADO CICERO,


SENTI-ME NO POEMA - SEI LÁ - SENTI O POEMA EM MIM - TALVEZ, MAIS QUE ISSO. A BELEZA ÍNTIMA DO POEMA DO JORGE, O MOMENTO ATUAL DA MINHA VIDA, AS MADRUGADAS LENDO POESIAS E ESCREVENDO, AS IDAS ÀS LIVRARIAS, AS BUSCAS NA INTERNET POR COISAS QUE DESCONHEÇO, MAS SEI QUE AS AMO MESMO ANTES DE CONHECÊ-LAS.
CADA ELOGIO MEU PODE ATÉ SOAR REPETITIVO, MAS NÃO É. QUANDO CHEGO DO TRABALHO E LIGO O NOTEBOOK, VOU IMEDIATAMENTE AO "ACONTECIMENTOS" E PENSO: "O CICERO VAI FAZER UMA NOVA POSTAGEM, O CICERO VAI PÔR ALGO QUE NÃO CONHEÇO, O CICERO VAI ESCLARECER DÚVIDAS QUE TENHO... E ASSIM, JÁ QUASE AMANHECENDO, GANHO MAIS UM DIA - NÃO COMO SE GANHA ALGO QUALQUER, MAS QUANDO SE GANHA LUZ PARA QUE OS DEMAIS DIAS SEJAM PLENAMENTE ETERNOS! SERIA IMPOSSÍVEL NÃO TE AMAR!



ABRAÇO FORTE!
ADRIANO NUNES, MACEIÓ/AL.

Aline Miranda disse...

Nossa, você está 'conectado' agora tb, que barato.
Acabei de deixar um comentário no post anterior, bom descobrir esse canto aqui.

"existe tanta coisa
em cada coisa"

(adorei)

QUEFAÇOCOMOQUENÃOFAÇO disse...

AMADO POETA,


"ESSA CORRENTE"


EU SOU SOMENTE
AQUELA FOLHA,
FRAGMENTO FRÁGIL
QUE BÓIA, QUASE


A NAUFRAGAR,
NESSE NEGRO RIO -
O CORAÇÃO
DO NORTE - NADA


PODE FERIR
MAIS O MEU CURSO.
ENCONTRAR VOU
MEU PRÓPRIO MAR.


ABRAÇO FORTE!
ADRIANO NUNES, MACEIÓ/AL.

Anônimo disse...

Como poderia alguém, capturado pelos próprios medos e entregue aos delírios surreais, ser o próprio Deus e em delírio contínuo o próprio diabo, entregar-se a banalidade dos comuns?

Belíssimo Texto!