27.9.11

Francisco Alvim: "Acontecimento"

Acontecimento

                                                       Ao Roberto
Quando estou distraído no semáforo
e me pedem esmola
me acontece agradecer



ALVIM, Francisco. O metro nenhum. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

6 comentários:

Leonardo B. disse...

[não é acaso a troca de papeis no mundo; também o dia se fez de noite]

um abraço,

Leonardo B.

Dalva Maria Ferreira disse...

Interessante!

Maíra da Fonseca Ramos disse...

Já me pus a indagar sobre esse acontecimento: seria por que temos mesmo muito a agradecer (até por não estar ali pedindo esmola) ou mera distração de quem doa???

M.C.L.M disse...

Muitas vezes a fraternidade está nos olhos, antes do gesto...

Um abraço,

ADRIANO NUNES disse...

Cicero,


Lindo!!!! Grato por compartilhar!!!


Um poema meu:


‎"Outra alegria" - Para Nelson Ascher



Algo me algema.
Outra alegria
Ou... Que seria?
Salta o poema

Do esconderijo
E se revela -
A tez tão bela! -
Me regozijo

Ao vê-lo inscrito
Na folha, ao vê-lo
Ser infinito,

Vivo modelo
De luz. Admito:
Perco-o ao fazê-lo!

Abração,
Adriano Nunes

Necopinus disse...

Papagaio!Imagine o que o velho Lukács faria comentando um poema destes!