7.6.15

Nicolás Gómez Dávila: aforismos




O livro que não escandalize um pouco o especialista não tem razão de existir.

***

Grande artista é aquele que triunfa, seja qual for a teoria estética através da qual o contemplem.

***

Poucas ideias não empalidecem ante um olhar fixo.




DÁVILA, Nicolás Gómez. Sucesivos escolios a un texto implícito. Barcelona: Áltera, 2002.


2 comentários:

Alcione disse...

Viés

O barco
Não é um barco
O gato
Não é um gato
O mar
Náo é um mar
E a folha esquecida
Não é uma folha esquecida
Cobre montanhas
Cheia de artimanhas
A poesia
Não é uma poesia
São tantas
Quantas
Silhuetas em desalinho
Momento mágico
Trágico
Viés do revés.

Sílvia Araújo Motta Araújo Motta disse...

Nicolás Gómez Dávila.
Eu também cultivo AFORISMOS.
Fiz uma TROVA para VOCÊ:
-
-1-O AFORISMO sempre ensina//
-2-Ciência ou Arte...Razão://
-3-A PRÁTICA da DOUTRINA//
-4-é que comprova a LIÇÃO.//
Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil