30.4.12

Guillermo Boido: "Infancia" / "Infância": trad. Santiago Kovadloff




Infancia

Hay voces.
No es la memoria.
Es el olvido que nos crece y canta.



Infância

Há vozes.
Não é a memória.
É o olvido que cresce em nós e canta.



BOIDO, Guillermo. "Infancia". In: KOVADLOFF, Santiago (introdução, seleção e tradução). A palavra nômade. Poesia argentina dos anos 70. São Paulo: Iluminuras, 1990.

2 comentários:

Anônimo disse...

É lindo! Mas se não tivesse título seria ainda melhor. Eu acho...

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! - disse...

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!
- Acontencimentos -

Você continua fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo

Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................