19.11.13

Cacaso: "Lar doce lar"




             Lar doce lar

                                                 Para Maurício Maestro

Minha pátria é minha infância:
por isso vivo no exílio.        




CACASO. "Lar doce lar". In: MORICONI, Ítalo (org.). Destino: poesia. Antologia. Rio de Janeiro: José Olympio, 2010.

2 comentários:

Erick Monteiro Moraes disse...

Cicero,

ótimo o poema!

Segue um pseudohaikaizinho meu:

PRIMAVERA-VERÃO

Sentir o frescor
domesticado das pétalas
do ventilador.

Grande abraço!

Antonio Cicero disse...

Legal, Erick"

Abraço