14.5.11

O AUTOR EXISTE

O seguinte manifesto, que eu também assino, está recolhendo adesões pelo site http://www.oautorexiste.com.br/.


O AUTOR EXISTE


o direito autoral é uma conquista da civilização, o contrário é a barbárie.

o direito autoral é um dos direitos humanos (carta da ONU).

ao autor pertence o direito exclusivo de utilizar sua obra (cláusula pétrea de nossa Constituição).

o direito autoral é um direito privado.


somos capazes de criar e administrar o que nos pertence. para isso, não precisamos da mão do Estado.

há dois lados na questão: o criador que quer receber e empresas que não querem pagar.

para resolver isso, a Justiça e o Estado podem e devem colaborar.

a lei atual protege os criadores no mundo real e no virtual. ela pode ser melhorada e aprimorada.

o que se passa na internet em relação ao direito autoral é transitório: a tecnologia que cria supostos conflitos os resolverá.

todos os autores têm de ter à sua disposição todas as informações sobre o que se arrecada e se distribui.

essa comunicação tem de ser pública e oferecida, também, ao Ministério da Cultura.

a função social da arte é espalhar beleza e prazer estético para a humanidade.

a obrigação de tornar a cultura acessível a todos é do Estado, sem prejudicar o autor.

4 comentários:

betina moraes disse...

Pensador, Antonio,

muito importante o seu blog dar lugar ao manifesto. eu não sabia da existência dele, mas da existência da bagunça com relação aos direitos autorais eu sei, eu vejo, eu sinto.

vou assinar e colocar em meus espaços.

obrigada.

um beijo.

ADRIANO NUNES disse...

Cicero,

Um poema para você, por você existir!

"pouco a pouco, o impasse" - Para Antonio Cicero.

peça a peça, monta-se
o quebra-cabeça.
pouco a pouco, o impasse
do projeto esqueça.

passo a passo, a base
do poema nasce
das sinapses, quase
sem forma, sem face.

envolta de breu,
do que se perdeu,
a intenção de ver

vir à tona o ver-
so... depois? viver
o que aconteceu!


Abração,
Adriano Nunes

carmen silvia presotto disse...

"a função social da arte é espalhar beleza e prazer estético para a humanidade."

Que não esqueçamos disso, e bom ter esta existência aqui carimbada por quem faz.

Um beijo poeta.

Carmen.

Antonio Cicero disse...

Obrigado pelo poema, Adriano! Adorei.

Abraço