24.10.14




Em Salvador, ao orientar, na semana passada, uma oficina, a convite da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), tive a honra de merecer do LOW FI um remix de alguns poemas meus. 

O LOW FI - Processos Criativos é idealizado por Edbrass Brasil e realizado com os bambas Laura Castro e Caio Araujo, caracteriza-se como um ponto de encontro que envolve processos criativos em cinema experimental, música e literatura. Desta zona livre de troca de saberes, entre criadores de diferentes áreas, surge um espaço de fruição e de risco diversificado para o público. 

O encontro com o LOW FI ocorreu no Teatro do Goethe Institut/ICBA (Instituto Cultura Brasil-Alemanha) de Salvador.

Abaixo, um registro, que se encontra no YouTube, de um momento do encontro. 

O poema remixado nesse momento foi "Longe", do meu livro Porventura. Ei-lo:


Longe
                                    Para Suzana Moraes

A chuva forte, o resfriado
real ou fingido, e eis-me livre
da escola e solto no meu quarto,
nos lençóis, nos mares de Chipre
ou no salão de Ana Pavlovna
ou no de Alcínoo, nas cavernas
de Barabar ou sob a abóbada
de Xanadu; perplexo em Tebas
e pelas veredas ambíguas
do sertão do corpo da língua,
cada vez mais longe de escolas
e de peladas e de bolas
e de promessas de futuros,

é mesmo errático meu rumo.








Nenhum comentário: