14.8.08

Homero: verso da Ilíada

2 comentários:

Anônimo disse...

olá antonio cicero recubans sub tegimine faggi homero e cage desfiam fios de arpas pianissimamente
gosto de ambos como gosto de mambo ou caribe caribé
então, bem, então espraia-se a cidade, que envio. grd abrç. fernando rios


CIDADE

fernando rios


I


a palavra
me basta
para lavrar
a cidade

longe ou perto?

a palavra ócio
longe
a palavra bócio
perto
a palavra abraço
longe
a palavra laço
perto
a palavra ratio
longe
a palavra negócio

longe ou perto?


cidade-posse
anti-lazer
ante-artefato
anti-presença




cidade-alma
arte-artefato
artesanato
saber e sabor
concreto e mato

a palavra
me lavra
para bastar
a cidade

a impenetrável
cidade rumor
a penetrável
cidade amar
a imponderável
cidade flutuar

rururbana acidade
falar ou calar?



II

a palavra
me basta
para descer
à cidade
e penetrá-la

maxicidade
e penetrá-la

verbocidade
e penetrá-la

suavecidade

NÃO!

que a cidade
não aceita
carícias
nem sevícias

a britadeira!

SIM

que a cidade
não aceita
carissevícias


a palavra
me basta
para descer
à cidade
e penetrá-la
e reproduzi-la
e perpetrá-la
e perpetuá-la
a palabra
é bastão
e bastante
me basta
a palavra









III

palavra cidade
palavracidade
pa lavra cidade
la vera cidade

palavra cidade
pa lavoro cidade
lavoro
lavoura/lavra
lavorópera
palavoroperacidade
palavorocidade
lavoracidade

veracidade
lavorocidade
vorazcidade
voracidade
veracidade


IV

a palavra
britadeira
me basta
para penetrar
a cidade
e sussurrar-lhe
“eu te amo
cidade”



a palavra
alma
me basta
para engravidar
a cidade
e acalantar-lhe
“eu te amo
cidade”

a palavra
cicuta
me basta
para matar-me
a cidade
e gritar-lhe
“eu te amo
cidade



V

a palavra
me basta
para lavrar
a cidade

para explorar
a cidade
para chorar
a cidade
para gemer
a cidade
para gerar
a cidade



a palavra
se desgasta
me desgasta
quando falo
cidade

a ci da de


VI

a cidade
voraz
oculta
concretamente
oculta

a cidade
veraz
oculta
mancinzamente
oculta

VII

a palavra
me basta
para dizer
a palavra

a palavra
me lavra
para dizer
a palavra



a palavra
me lavra
para bastar
a palavra

cidade
pobre palavra
cidade

lu a ci da de

(a urbe)


cidade
rica palavra
cidade

ci da de

sol la ci da de

(a turba)

Pedro disse...

primavera, verão, outono , inverno...
homens: folhas
humanidade: tronco?