4.5.13

Casimiro de Brito: de "A boca na fonte"






1

Não separar a água
da sua espuma
que a vida é só uma




BRITO, Casiiro de. A boca na fonte. Lisboa: Lua de Marfim, 2012.

2 comentários:

Erick Monteiro Moraes disse...

SEM TÍTULO

Pobres eles
não perceberam

Enquanto esperam
só a chuva
não passa

Alcione disse...

Sorte

Um dia
O meu amor abençoado
Apareceu
E pro meu lado
Depois desapareceu
Desde então
Meu coração descompassado
Pensa e sonha
Te ver de novo ao meu lado
Na borda da imensidão
Quem sabe na escuridão
Semente brotando
Sem ter qualquer sorte
Nem medo da morte.