2.2.12

Carlos Drummond de Andrade: "Confissão"




Confissão

Não amei bastante meu semelhante,
não catei o verme nem curei a sarna.
Só proferi algumas palavras,
melodiosas, tarde, ao voltar da festa.

Dei sem dar e beijei sem beijo.
(Cego é talvez quem esconde os olhos
embaixo do catre.) E na meia-luz
tesouros fanam-se, os mais excelentes.

Do que restou, como compor um homem
e tudo o que ele implica de suave,
de concordâncias vegetais, múrmurios
de riso, entrega, amor e piedade?

Não amei bastante sequer a mim mesmo,
contudo próximo. Não amei ninguém.
Salvo aquele pássaro -vinha azul e doido-
que se esfacelou na asa do avião.




ANDRADE, Carlos Drummond de. "Claro enigma". In:_____Poesia completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2002.

9 comentários:

ADRIANO NUNES disse...

Cicero,

amo esse poema. "Claro Enigma" é um dos melhores livros de poesia de todos os tempos. Grato por compartilhar! Viva Drummond!


Abraço forte,
Adriano Nunes

Arthur Nogueira disse...

Cicero,

resta pouco a ser dito, senão que esse poema é arrebatador! Obrigado por compartilhá-lo.

um beijo daqui.

Ana Cristina Penov disse...

Lindo Drummond! Obrigada.Adoro esse blog.

João Renato disse...

É o caso de dizer apenas que gostei muito, sem nem tentar comentar.

Leandro Jardim disse...

Esse é demais, o sempre grande Drummond :)

Alexandre disse...

Olá, adorei seu blog. Parabéns!
Sou um apaixonado por Drummond; meu prefiro é Rosa do Povo. De verdade, que bom ter encontrado seu blog. Na verdade, vim atras de Catulo...e, encontrei um paraíso de coisas boas.
Abraço,
Alexandre Pedro
http://carceredoser.blogspot.com/

Alexandre disse...

Olá, adorei seu blog. Parabéns!
Sou um apaixonado por Drummond; meu prefiro é Rosa do Povo. De verdade, que bom ter encontrado seu blog. Na verdade, vim atras de Catulo...e, encontrei um paraíso de coisas boas.
Abraço,
Alexandre Pedro
http://carceredoser.blogspot.com/

Florfogovendaval disse...

Estou até agora com as últimas palvras do poema soando... e que é isso se não um grande amor?

Grande abraço

Dellone disse...

Saudações
Conhecendo e seguindo teu site hoje
que aliás é um magnífico centro cultural. Está de parabéns!
Até breve!