28.12.07

Elizabeth Bishop: To the admirable Miss Moore

Meu amigo Emiliano Battista me enviou um poema que Elizabeth Bishop fez para Marianne Moore, e eu o traduzi. Eis o poema e, em seguida, a tradução:


To the Admirable Miss Moore

To the Admirable Miss Moore
Of whom we're absolutely sure,

Knowing that through the longest night
Her syllables will come out right,
Her similes will all flash bright

What can we give, yet not be rude,
To show the proper gratitude?

***********************************

Para a admirável Miss Moore

Para a admirável Miss Moore,
Que é o que há de melhor,

E fará, na noite mais longa,
Com as sílabas mais redondas,
As figuras que mais deslumbram,

Que dar, sem ser indelicada,
À guisa de “muito obrigada”?

4 comentários:

leo disse...

E como nós podemos agradecer a você, Cícero, por esse varal de poesias e pensamentos, disposto quase que diariamente, para nosso deleite?

Antonio Cicero disse...

E eu a você e leitores como você, Léo, que lêem, deixam comentários e/ou poemas?

Andréa N. disse...

Uma graça o poema e adorei a tradução também.

Devo voltar aqui antes do 31, mas se por acaso não, deixo meus votos de um 2008 maravilhoso pra você e seus leitores do blog!

Abraços de fã.

Antonio Cicero disse...

Andréa,

Muito obrigado e um ano novo maravilhoso para você também!

Beijo,
Antonio Cicero