18.9.07

Bienal do Livro

Hoje às 16 horas, no Pavilhão Verde da Bienal do Livro, no café literário "Amigos para sempre", falarei sobre o meu saudoso amigo Waly Salomão.


Mais tarde, às 20 horas, no mesmo pavilhão, terá lugar outro café literário, em que a maravilhosa escritora que é a minha amiga Márcia Frazão conversará com a Bruna Surfistinha e a Gisela Rao sobre "Liberdade ou libertinagem".

3 comentários:

Arnaldo Sobrinho disse...

Deu vontade.

Lucas Nicolato disse...

Caro Antônio,

Pena que não pude assistir a sua participação na Bienal. Mas estive vendo o Wally no Oi futuro, muito bom.
Espero ainda conseguir um tempinho pra ir lá no riocentro.

um abraço,
Lucas

ediney disse...

eu vivo muito longe das bienais, vivo no sub-mundo das bienas, na árida terra em que das prateleiras há cactos e não livros