6.8.17

Para Suzana Moraes



Minha amiga Susana Moraes, uma das pessoas que mais admirei e amei em toda minha vida, faria aniversário hoje. Abaixo, uma foto de nós dois e um dos poemas que a ela dediquei. 
















Longe
                                    Para Susana Moraes

A chuva forte, o resfriado
real ou fingido, e eis-me livre
da escola e solto no meu quarto,
nos lençóis, nos mares de Chipre
ou no salão de Ana Pavlovna
ou no de Alcínoo, nas cavernas
de Barabar ou sob a abóbada
de Xanadu; perplexo em Tebas
e pelas veredas ambíguas
do sertão do corpo da língua,
cada vez mais longe de escolas
e de peladas e de bolas
e de promessas de futuros:
é mesmo errático meu rumo.



4 comentários:

Ramon Rossi disse...

Bela homenagem poética à sua querida amiga, Antônio Cícero.

Hoje, porém, assim como grande parte do público leitor brasileiro. gostaria apenas de parabenizá-lo por sua nomeação à ABL. Sem dúvida, foi uma das melhores notícias desses tempos meio sombrios.

Nós, leitores e admiradores, também esperamos que esse blog permaneça na ativa - como o melhor espaço, hoje, da internet para compartilhamento da boa poesia e filosofia.

Reitero meus mais sinceros e entusiasmados parabéns!


Ramon Rossi.

Antonio Cicero disse...

Muito obrigado, Ramon.

Grande abraço

Ricardo disse...

Muito bom , Cicero! E parabéns pela eleição! Você merece tudo de bom, não só pelo talento, mas pela generosidade. Guardo na memória todas as valiosas lições de poesia que você me proporcionou aqui. Um grande abraço!!

Ricardo

Antonio Cicero disse...

Muito obrigado, Ricardo.

Grande abraço