28.2.17

Adriano Nunes: "Que pode um poeta?"


Agradeço a Adriano Nunes por ter dedicado a mim o seguinte belo poema:



Que pode um poeta?

                       para Antonio Cicero

Que pode um
Poeta?
Abrir
As portas,
As frestas,
Os trincos,
As celas,
Gavetas,
Armários,
Os cofres,
As caixas,
As malas,
Os mares,
Prisões,
Algemas,
Os símiles
Sinônimos,
Análogos
Sentidos,
E mais
Que isso,
De fato,
As tantas
Janelas
Do instante
Sináptico,
Pra então
Criar
Mil cosmos
Elásticos,
Dar voz
Ao vácuo
Do amor,
Em nome
Do sonho
Depor,
Dizer
A que
Vem, veio,
É seu
Mor meio,
Pra expor
As múltiplas
Feridas
De si,
Tingindo-as
De mito,
Do misto
De verve e
Devir,
Mentindo, e
Curá-las,
Ainda
Que nada
Importe.
Dar um
Calote
Na morte,
Porque,
Sim, tudo o
Mais pode.




Adriano Nunes

2 comentários:

cassandraveras disse...

http://cassandraveras.blogspot.com.br/

ADRIANO NUNES disse...

Cicero,


Viva! Viva!


beijos mil!
Adriano Nunes