27.10.16

Walter Savage Landor: "Epitaph" / "Epitáfio": trad. Nelson Ascher


Com 74 anos, o poeta Walter Savage Landor escreveu um epitáfio para si próprio. Ei-lo, seguido da bela tradução que dele fez o poeta Nelson Ascher:


Epitaph

I strove with none, for none was worth my strife:
Nature I loved and, next to Nature, Art.
I warm`d both hands before the fire of Life;
It sinks; and I am ready to depart.


Epitáfio

Não comprei briga: ninguém deu pro gasto.
Gostava de arte e amei a natureza.
Quentes as mãos do fogo, quase exausto
Da vida, eu me despeço sem tristeza.



LANDOR, Walter Savage. "Epitaph". In: Poetry Foundation. https://www.poetryfoundation.org/poems-and-poets/poems/detail/44562. October 17, 2016.

Um comentário:

Henrique Komatsu disse...

Caramba... como sempre, tu desencavas pérolas. Obrigado!