20.3.16

Gastão Cruz: "Rainha da noite"




Rainha da noite


De que serve sonhar que não acabe
alguma tarde como o dia a vida

A madrugada rasga o céu do palco
nas árias da rainha suicida

Mas a noite da morte é que não abre
as veias dando o sangue a outro dia




CRUZ, Gastão. "Rainha da noite". In:_____. "O pianista". In:_____. Os poemas. Lisboa: Assírio & Alvim, 2009.

Um comentário:

Pedra do Sertão disse...

Tão bom ler poesia nesses dias conturbados de realidade aqui no Brasil.

Esperando novos dias!

Abraço do Pedra

www.pedradosertao.blospot.com.br