20.3.14

Rodrigo Garcia Lopes: "Lunagens"




Lunagens

A lua é um D, você não vê?
Sobretudo quando míngua.
Ou quando enrola a língua,
E vira um cílio prata, um C,
Que no céu costuma se perder.
Mas, repare, como a mais antiga
TV, toda cheia de si, agora é um O.



LOPES, Rodrigo Garcia. Estúdio realidade. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2013.

2 comentários:

Erick Monteiro Moraes disse...

que ótimo! Obrigado, Cicero, não conhecia o poeta.

Mando abaixo o link de divulgação do show do Wisnik, vamos domingo?

http://www.circusproducoes.com.br/blog/wp-content/uploads/2014/02/20140320_ZMW_ccc-rio_flyerrev.jpg

ADRIANO NUNES disse...

Cicero,


lindo o poema! Grato por compartilhá-lo!


Abraço forte,
Adriano Nunes